terça-feira, agosto 24, 2004

Jezebel

Porque metade de mim sou eu,
A outra é você.
Metade de nós é a oposição,
E a outra metade é o Direito.

Metade de nós é crença,
A outra, é ser.
Metade de nós é sonho,
A outra é fato

Metade de mim é a cidade em que vivo,
A outra é minha terra natal
Metade de mim é olhar
A outra é não notar
Vou ter óculos a partir de Terça-Feira.

Metade de mim é comentário grande,
A outra é querer acreditar que não tenho o que fazer.
Metade é Bacamarte, a outra é Sade.
Metade é meio e a outra é mais ou menos.

Metade de mim é simplicidade,
E a outra é complicada demais pra explicar.
Metade de mim é remake de Metade,
Que ouvi Oswaldo Montenegro recitar.

Metade de mim é inovação,
Mas a outra é samba de raiz.
Metade é Filosofia,
E a outra, você é quem diz.

Porque metade de mim é o que quero ser,
E a outra, é o que pareço pros demais.
Metade de mim é o que quero ter,
Mas nem por isso a outra é o que tenho.


Safe Creative #0801150379547

Um comentário:

Nina Thunder disse...

POultz o Haloscan tah de greve !!!

Ow meine libe, ich liebe dich...