segunda-feira, maio 21, 2007

Baú-Mundo

Se me parto, breve,
É porque procuro um porto
Ser teu porto
Por um futuro, por um cheiro,
Por um terreno, um cantinho
Pra gente dormir direito

E se me pego longe
É pra poder voltar sempre

...

Dia chuvoso
Céu de algodão cinza
Sol na moleira
Moléstia, peste, vento,
Frio, calor, fotografia,
Pra te levar os lugares onde estive

Pra me pensar
Ter te levado aos lugares onde andei

...

Pra tornar esta panacéia da minha cabeça
Progressivamente real
Até não mais sairmos
Um de perto do outro
Em qualquer lugar
Em qualquer mundo

...

Minha saudade clama
Pra te arrastar comigo

Minha cama é a saudade
Onde durmo sem paz
Longe do meu anjo adormecido

Agora, eis que sofro,
Mais uma noite só
A fim de cultivar
Tua presença ad eternum
Feito tesouro em um baú-mundo
Que, a ser desenterrado,
Permanece, por hora, escondido



Safe Creative #0801100370631

Um comentário:

Emmanuele disse...

Amo vc:)
E um monte de coisas mais...hihihih
beijos
volta logo!