segunda-feira, agosto 21, 2006

Explica a Diversão

O homem ainda é muito jovenzinho
Pra saber que, na vida,
As maiores armadilhas não existem

O dia em que se entregar
E parar de pensar no porquê
Vai sossegar e usufruir do que é bom

O dia em que o homem aprender
O que é realmente gostar de viver
Vai crescer como uma árvore
Vai dar frutos de felicidade

O dia em que o homem
Entender que não há escapatória
Vai compreender também
Que não deve temer
O ciclo natural das coisas

Porque tudo é assim mesmo
Do jeito que você já sabe
Sem explicação, sem motivo

Porque esse papo de explicar
Foi algo que nós, homens jovenzinhos,
Inventamos pra nos divertir


2 comentários:

Ninha disse...

explicar para quê. qdo nem deveriamos falar. olhar, sentir deveria bastar. aff.

Namorada...hehehehe disse...

Linda poesia!
Beijos,
Manu